___________________________

Blog

___________________________

A importância da reciclagem para o combate à dengue

A reciclagem desempenha um papel vital no combate à incidência de dengue no Brasil. Isso porque o principal vetor da doença, o mosquito Aedes aegypti, se prolifera em áreas urbanas com concentração de água parada. Desta forma, embalagens plásticas descartadas, pneus e outros resíduos não biodegradáveis contribuem significativamente para os criadouros do mosquito.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 50 milhões de infecções por dengue ocorrem anualmente em todo o mundo, com aproximadamente 500 mil  casos de dengue grave que requerem hospitalização.  No Brasil, de acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), houve um aumento significativo nos casos de dengue nos últimos anos, com mais de 2,5 milhões de casos notificados apenas em 2019.

No entanto, regiões ou municípios com programas de reciclagem bem estabelecidos e gestão adequada de resíduos têm demonstrado taxas mais baixas de transmissão da dengue em comparação com áreas com práticas menos eficazes de eliminação de resíduos. Esses dados sugerem que, quando a reciclagem é promovida e os resíduos são gerenciados adequadamente, a incidência da dengue pode ser reduzida. Ao minimizar a disponibilidade de locais de reprodução para os mosquitos Aedes aegypti, a reciclagem pode ajudar a controlar a população desses insetos e limitar a transmissão da dengue em regiões afetadas.

Os surtos da doença geralmente coincidem com as estações chuvosas, quando os criadouros de mosquitos são mais prevalentes devido ao acúmulo de resíduos que retêm água.  A importância da reciclagem neste cenário está no seu potencial para mitigar os fatores que contribuem para a proliferação do Aedes aegypti e disseminação da dengue, por meio de:

  • Gerenciamento de Resíduos: Práticas adequadas de reciclagem e gerenciamento de resíduos podem reduzir significativamente o acúmulo de recipientes descartados, como garrafas plásticas, latas e pneus. Esses itens geralmente coletam água da chuva e criam criadouros para os mosquitos Aedes aegypti, que preferem colocar seus ovos em água estagnada. 
  • Prevenção de lixiviados de aterros sanitários: Os aterros sanitários não são apenas um terreno fértil para mosquitos, mas também podem gerar lixiviados, um líquido nocivo formado pela filtragem da água da chuva através dos resíduos. O lixiviado pode infiltrar-se em corpos d’água e criar habitats ideais para a reprodução de mosquitos. Ao reciclar materiais em vez de enviá-los para aterros, podemos reduzir a formação de lixiviados e limitar os criadouros.
  • Conscientização da comunidade: Campanhas de reciclagem e esforços de redução de resíduos podem aumentar a conscientização pública sobre a importância de eliminar os locais de reprodução do mosquito. Envolver as comunidades em atividades de reciclagem também promove um senso de responsabilidade ambiental.
  • Conservação de recursos: A reciclagem reduz a demanda por matérias-primas e processos de produção intensivos em energia. Ao consumir menos recursos e energia, a reciclagem ajuda a reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Um clima mais frio pode ter um impacto positivo nas taxas de reprodução e sobrevivência do mosquito, reduzindo indiretamente a propagação da dengue.

É importante ressaltar que, embora a reciclagem seja uma ferramenta valiosa no combate ao Aedes aegypti, ela deve ser combinada com outras medidas preventivas, como programas de controle de mosquitos, campanhas de saúde pública e o envolvimento da comunidade. Uma abordagem abrangente que inclua reciclagem, gestão de resíduos e conscientização pública é crucial para reduzir com sucesso o impacto da dengue e outras doenças transmitidas por mosquitos.

Foi pensando nisso que a DI-ON Ambiental participou do projeto “Combater o mosquito é dever meu, seu e de todos”, em parceria com a Secretaria da Saúde, a Divisão de Vigilância Ambiental e Saúde da Prefeitura de Ribeirão Preto, e a Cooperativa Mãos Dadas. A iniciativa buscou mobilizar e conscientizar a comunidade para o descarte adequado de materiais recicláveis que podem servir como criadouro para a proliferação do mosquito Aedes aegypti

Saiba mais sobre o projeto neste link

Transformar hoje

Preservar amanhã.

Inovar sempre.

_______________________________________________________________________________________________

Dia Mundial da Reciclagem

Dia Mundial da Reciclagem

No dia 17 de maio, o mundo se une para celebrar uma prática vital para o futuro do nosso planeta: a reciclagem. Este dia é

MTR

Manifesto de Transporte de Resíduos (MTR)

Se você está envolvido no gerenciamento de resíduos, é provável que já tenha se deparado com o termo “Manifesto de Transporte de Resíduos” (MTR). Essa